beleza lifestyle

Sense Clinic Leiria: a experiência na primeira pessoa

Sense Clinic Leiria

Ando completamente a mil. Aluada, com falta de foco, cansada, e a precisar desesperadamente de parar. Com vontade de mandar tudo e todos dar uma grande curva, sem paciência para nada nem ninguém. Conclusão: preciso de parar.

Preciso de parar e tive a oportunidade de parar no meio do caos, o que achei impossível. Como é que ia relaxar na massagem de relaxamento da Sense Clinic marcada para o fim do dia a meio da semana? Fui, porque tinha a sorte de poder experimentar a massagem.

Já vos tinha falado da Sense Clinic anteriormente, pelo que não vou entrar por aí. Vou sim falar-vos da minha experiência, cá vai.

A experiência

Fui céptica. Stressada e agitada, porque já ia atrasada. Entrei meia a correr, nem me recordo bem do que disse e dirigi-me ao gabinete. Tirei umas fotos aos espaço e preparei-me. Em suma, despi-me todinha, vesti uma tanga descartável e coloquei-me por baixo da toalha na marquesa.

Enquanto esperava pela técnica tentava relaxar para poder aproveitar ao máximo. Entretanto chegou e perguntou o que mais queria aliviar. STRESS! Quero relaxar. A massagem de relaxamento tem por base a aromaterapia e com tendo em conta o meu pedido o óleo de massagem foi preparado com os aromas adequados. Questionou-me se ia para algum lado de seguida e respondi que não, isto porque ia usar algo com um nome complicado que eu agora não me recordo para eu poder relaxar (tudo natural!). Borrifou algo para o ar e pediu-me para inspirar.
Inspirei. Começou.

Ainda estava tensa e não tinha conseguido descontrair, mas com o passar do tempo e a massagem relaxar tornou-se cada vez mais fácil. Existem massagens e massagens, e já fiz algumas, mas aquela cumpria exactamente o que era pedido: massagem de relaxamento. Tanto cumpriu, que estou neste momento a escrever este post, a lembrar-me do processo e da sensação e já tenho os olhos semi-cerrados. Estou zen.
Adiante…

A massagem foi pelo corpo todo, soube bastante bem até chegar à zona problemática, costas. Doeu um bocadinho, existem muitos nós lá pelo meio, mas soube bem e depois soube ainda melhor.

Contra tudo o que eu esperava, e digo isto de coração aberto, no meio do caos eu relaxei, mas relaxei mesmo. Eu relaxei tanto que não houve problema algum que me afetasse. Até fui buscar o sushi que encomendei previamente, mas que tive de esperar na mesma e nem me importei.
Estava tudo bem naquele momento.
Cheguei a casa, comi, deitei-me.
Foi uma noite santa.

P.

♥ Partilha ♥

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *